Calendário de Eventos

Calendário de Testes
Descobre as nossas Parcerias
Torna-te Fã no Facebook
Contactos

T. 21 457 38 49
E-Mail Crescendo

Dias Úteis:
10h-13h; 15h-21h
Sábado: 9h-14h

Siga-nos em:

Facebook

Piano

Nas escolas Crescendo proporcionamos o ensino do piano, em aulas para alunos a partir dos 4-5 anos de idade, utilizando sobretudo o método conservatorial, que largas provas já deu neste domínio, adequando no entanto o método às possibilidades de cada um. Nas nossas Aulas de Piano e a um nível não inicial já será possível ao aluno ter aulas de piano «não clássico», de um modo mais livre, abordando outras linguagens e géneros musicais.

O Piano (abreviatura de pianoforte) é um instrumento musical de corda percutida. É definido como instrumento de percussão porque o som é produzido quando os batentes, cobertos por um material macio e designados martelos, e sendo activados através de um teclado, tocam nas cordas esticadas e presas numa estrutura rígida de madeira ou metal. As cordas vibram e produzem o som.

Como instrumento de cordas percutidas por mecanismo activado por um teclado, o piano é semelhante ao clavicórdio e ao cravo. Os três instrumentos diferem no entanto no mecanismo de produção de som:

  • Num cravo as cordas são beliscadas.
  • Num clavicórdio as cordas são batidas por martelos que permanecem em contacto com a corda.
  • No piano o martelo ressalta de imediato após tocar nas cordas e deixa a corda vibrar livremente.

Atribui-se a invenção do pianoforte a Bartolomeo Cristofori, de Florença. Sabe-se que inventou um «cravo que toca suavemente (piano) e fortemente» por volta de 1698. Os pianos mais antigos que ainda existem datam da década de 1720. A invenção do piano beneficiou de muitos anos de existência do cravo, para o qual se conhecia bem a acústica e os materiais. O próprio Cristofori era fabricante de cravos.

O grande exito de Cristofori foi ter conseguido resolver, pela primeira vez, o problema mecânico fundamental do piano: os martelos devem tocar nas cordas mas retirar-se imediatamente (senão o som seria abafado), sem balançar e possibilitando repetições rápidas de pressão sobre a mesma tecla.

Aulas de Piano - tipos de pianos modernos

Existem duas versões do piano moderno: o piano de cauda e o piano vertical. O piano de cauda tem a armação e as cordas colocadas horizontalmente. Necessita por isso de um grande espaço pois é bastante volumoso. É adequado para salas de concerto com tectos altos e boa acústica. Existem diversos modelos e tamanhos, entre 1,8 e 3 metros de comprimento. O piano vertical tem a armação e as cordas colocadas verticalmente. Os martelos não beneficiam da força da gravidade.

O Piano é um instrumento crucial para a música ocidental, em especial na música clássica e no jazz. Grande parte dos compositores foram eles próprios pianistas e muitas vezes usaram o piano na tarefa de compor. Aprender a tocar piano faz parte da formação essencial de qualquer grande compositor musical. Podemos dizer que praticamente todos tiveram Aulas de Piano em algum momento da sua formação musical.

Nas Aulas de Piano das nossas Escolas de Música Crescendo pode aprender a tocar piano, independentemente da sua idade ou experiência musical.

Horários

Segunda 10h-13h / 15h-21h
Terça 10h-13h / 15h-21h
Quarta 10h-13h / 15h-21h
Quinta --
Sexta 10h-13h / 17h-21h
Sábado 9h-13h